“Sensacionalismo, fruto de uma política populista”, diz nota da Câmara de Bayeux sobre postura de vereador que pediu bafômetro



A Câmara Municipal de Bayeux se posicionou e emitiu nota pública a respeito do episódio ocorrido na sessão desta quinta-feira (28), envolvendo o vereador Adriano Martins, que, durante uma discussão com o seu colega Betinho da RS, pediu que fosse instalado um bafômetro no plenário da Casa.

Nela, o presidente Jefferson Kita lamenta a postura de Adriano Martins e o desafia a a provar que há vereadores embriagados frequentando a Casa e que aponte nomes.

Kita ainda diz que jamais foi registado qualquer caso dessa natureza na câmara bayeuxense, que o requerimento não será aprovado e que considera a atitude de Adriano “sensacionalismo, fruto de uma política populista”.

Confira a íntegra da nota:


Na manhã desta quinta-feira (28), durante a sessão ordinária, nos deparamos com um discurso do vereador Adriano Martins no qual apresentava, na tribuna, requerimento verbal solicitando a instalação de um bafômetro no plenário da Casa.

Naquela ocasião, o parlamentar travava um embate direto com o vereador Betinho da RS, que deveria permanecer no campo político, mas, além de não medir as consequências, não fez questão de causar mais prejuízos e exposição à Câmara Municipal, que nada tem a ver com os posicionamentos equivocados de quem quer que seja.

Se o vereador Adriano tem como provar que algum colega frequenta a Casa com sintomas de embriaguez, primeiro ele deve apontar nomes e jamais generalizar, além do que ele tem a Comissão de Ética, como instrumento legal para apurar o fato.

Salientamos que em toda sua história, jamais foi registrado qualquer caso dessa natureza na Câmara de Bayeux, e lamentamos profundamente que Adriano exponha e ataque à integridade do parlamento do qual ele mesmo faz parte, a sua casa.

A Câmara de Bayeux tem se destacado pelo protagonismo de ações efetivas em prol da melhoria da qualidade de vida do nosso povo, a exemplo da operosa parceria que os vereadores mantêm com o Governo do Estado e que já trouxe diversas obras para Bayeux, além de ser a primeira casa legislativa da Paraíba a se prontificar a ajudar o Hospital Napoleão Laureano, desencadeando um série de outras ações do mesmo tipo dos demais parlamentos mirins paraibanos.

Também estamos entre as Câmaras paraibanas que não gastaram verba pública com uma diária sequer paga a vereadores por viagens e afins, o que mostra nossa austeridade e nosso respeito para com o erário.

Esta Casa não vai aprovar nenhum requerimento para a instalação de um bafômetro porque consideramos tratar-se de uma atitude meramente sensacionalista de uma política populista.

Permanecermos firmes, com uma postura fiscalizadora e direcionada aos interesses da nossa coletividade.

Jefferson Kita
Presidente da Câmara de Bayeux



Assessoria


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.