Mulher foi perseguida e arrastada antes de ser morta, em João Pessoa




Dois homicídios foram registrados na capital paraibana em menos de 24 horas. O mais recente deles aconteceu na tarde desta terça-feira (3), e teve como vítima uma jovem ainda não identificada. Segundo o delegado Paulo Josafá possivelmente a vítima tem nacionalidade boliviana. Ela foi morta a tiros na comunidade o Saturnino de Brito e as primeiras informações dão conta de que dois homens seriam os executores do crime.

A polícia informou que o crime aconteceu no bairro do Varadouro, por volta das 15h30. Ainda não há informações da identidade da vítima, só sabe que é uma moça, possivelmente boliviana e com, aparentemente, 18 anos de idade.

Segundo o delegado, testemunhas chegaram a presenciar dois indivíduos a segurando e arrastando pelo cabelo, chegando a arrancar a peruca que ela usava.

"Vizinhos ouviram de cinco a seis tiros de arma de fogo um dos projéteis estão nas proximidades do corpo da vítima. Ela aparenta ter 18 anos de idade e foi relatado aqui no local que possivelmente ela é boliviana e trabalha no sinal aqui do centro. Não temos ainda a motivação do crime. A circunstância que o crime ocorreu, bem como a autoria e motivação serão esclarecidos decorrer das investigações", relatou o delegado.


O delegado disse ainda que a comunidade prefere não falar sobre o crime. A vizinhança declarou que a conhece de vista mas ninguém soube informar o nome da jovem. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil.






Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.