ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO: Polícia investiga Paquetá desde outubro de 2019


O atleta de 24 anos já foi chamado para prestar depoimento em três ocasiões, mas não compareceu em nenhuma delas. Segundo a polícia, Matheus Paquetá é investigado por porte ilegal de arma de uso restrito e associação para o tráfico de drogas. Na ocasião, ele foi convidado para uma festa no complexo de favelas do Fallet-Fogueteiro. Havia traficantes circulando no local. O jovem não tem passagem pela polícia.

A polícia ainda não sabe se realmente o que ele portava era um fuzil de verdade ou um simulacro. Só uma perícia na arma poderia confirmar. Pela análise de policiais da especializada, o armamento em questão seria do modelo HK G-3. O inquérito foi instaurado em outubro do ano passado. Atualmente, a investigação está no Ministério Público Estadual (MP-RJ).

'Brincadeira de mau gosto'

No vídeo, Matheus Paquetá é visto sem camisa, segurando uma bebida e com uma pistola presa à cintura. Ao lado dele, um jovem, vestindo camisa do Milan com o nome e o número de Lucas Paquetá, também empunha um fuzil.

Em nota oficial divulgada pela assessoria de imprensa de Lucas Paquetá, Matheus afirmou que tudo não passou de "uma brincadeira de mau gosto". O jovem também se manifestou pelas redes sociais, na manhã desta quinta-feira.

"Não tenho qualquer envolvimento com tráfico de drogas, e meus advogados provarão isso no momento adequado, dentro do inquérito instaurado. Uma brincadeira de mau gosto jamais poderá me conectar a uma atividade ilícita", disse o atleta envolvido.

Já Lucas afirmou que "tomou conhecimento desse vídeo somente através da imprensa". O meia do Milan explicou ainda "desconhecer qualquer conexão do irmão com atividade criminosa" e "garantiu que ele não tem qualquer ligação com tráfico de drogas".

Matheus Paquetá, que também é jogador, teve passagem pelo Tombense, de Minas Gerais, pelo Avaí, de Santa Catarina, e pelo Monza, da Itália. No site "Transfermarkt", especializado em mercado de transferências no futebol, o atleta custa apenas 25 mil euros (cerca de R$ 117,10 mil).

    

Extra




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.