EXCLUSIVO: Feliz, porém indignado, Malba comemora absolvição e deve processar 'difamadores’




O vereador da cidade de Conde, no Litoral Sul do Estado, Malba de Jacumã (SD) comemorou a absolvição no processo em que era acusado da prática de “rachadinha” em seu gabinete. A sentença foi proferida nesta quinta-feira (16) pela Juíza Lessandra Torres. Com a decisão o parlamentar foi considerado inocente, não cabendo mais nenhuma acusação.

Ao Canal do Povo, Malba disse que em todo tempo estava certo que seria inocentado, pois jamais cometeu os crimes dos quais era acusado. “A gente já esperava a absolvição, uma vez que sabia todo momento que havia sido injustiçado. O judiciário foi induzido ao erro através de um ex-assessor que buscava a todo fazer falsas acusações sem ter provas. Mas esse erro foi finalmente corrigido”, ponderou.

O parlamentar ainda afirmou que foi duramente perseguido por integrantes da gestão municipal. “Toda uma gestão caiu em cima de mim. Pessoas ligadas a Secretaria Comunicação, diretores, assessores e outros, caíram absurdamente em cima de mim, numa verdadeira campanha de difamação”, disse.

Malba agradeceu a Deus pela elucidação dos fatos. “Eu sempre disse que era inocente e que na hora certa, tudo seria esclarecido. Deus me honrou, e é claro que estou feliz. Estou muito feliz. O sentimento é o de que a justiça foi feita”.



O vereador não deixou demonstrar sua indignação e revolta com tudo o que passou nos últimos meses e deu a entender que processará pessoas que o difamaram.  “Quem vai reparar todo o meu sofrimento e da minha família pelos 173 dias que eu passei preso dentro de minha própria casa? Quem vai reparar o dia dos pais que eu passei preso? O dia do meu aniversário? O aniversário do meu filho? Quem vai reparar pela perda do simples e sagrado direito de levar a minha filha na escola? Digam, quem vai reparar os 173 dias afastado, onde foi tirado o direito do povo através do seu representante direto que pleiteava os interesses dos eleitores que me confiaram o voto e de toda a população condense?” Questionou.

E ele continuou: “Claro que estou cheio de alegria. É muita felicidade, mas ao mesmo tempo, é preciso dizer que estou indignado com a injustiça que vivi e com a campanha de difamação, de ataques e de ofensas à mim e à minha família. Uma coisa é certa: A gente ainda vai se encontrar na frente, na esfera judicial. Aqueles que apontaram o dedo e me condenaram, sem que a justiça me condenasse terão que responder a mesma justiça que me inocentou”.

O parlamentar concluiu dizendo: “Agradeço ao Deus Todo Poderoso que restituiu a verdade. Aqueles que tentaram me derrubar foram derrotados e o Senhor restabeleceu a verdade. Hoje eu estou aqui inocentando, graças a Deus”.


Confira a decisão que inocentou o parlamentar. Clique AQUI. 

Da Redação



Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.