Câmara de Bayeux convoca sessão extraordinária e pode cassar Berg Lima nesta quarta-feira




O presidente da Câmara Municipal, Jefferson Kita (PSB), convocou os vereadores para a 1ª sessão extraordinária do ano. Na pauta, o julgamento do pedido de cassação do prefeito Berg Lima.

O pedido a ser julgado se refere as supostas irregularidades praticadas pelo gestor, no pagamento de adicional noturno a guardas municipais. De acordo com a denúncia, guardas trabalhavam no período da manhã, mas recebiam adicional noturno.

A Comissão Processante votou, em sua maioria, pelo arquivamento da denúncia. A relatora, vereadora França e o presidente da Comissão, Adriano Martins votaram pelo arquivamento da denúncia. Já o vereador Lico divergiu e votou pela procedência da denúncia. O voto da comissão vai a plenário e os vereadores decidirão se arquivam ou afetam o prefeito. Para cassá-lo são necessários 12 dos 19 votos. Esse é o primeiro de três pedidos de impeachment de Berg Lima.

Da Redação com Blog do Anderson Soares





Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.