PARAÍBA VIOLENTA: Ataques a deixam dois mortos e um ferido na Capital, em menos de seis horas



O segundo domingo do ano foi marcado pela violência na cidade de João Pessoa. Pelo menos dois homicídios e uma tentativa, ocasionados por arma de fogo, foram registrados na capital paraibana. No último fim de semana foram registrados o total de seis crimes, na região metropolitana.

Os homicídios e a tentativa deste domingo (12)  aconteceram no Grotão, Jardim Cidade Universitária e no bairro dos Novais. O primeiro foi registrado por volta das 15h, já o segundo entre 20h e 20h30.

Bairro dos Novais
Um homem foi morto a tiros na Rua José Novais, por volta das 15h30. A vítima foi identificada como Paulo Ferreira dos Santos, de 59 anos. De acordo com um amigo da família, identificado como Carlos, a vítima trabalhava como pedreiro e não tinha inimigos.
Uma outra testemunha afirmou que não houve briga ou discussão antes dos tiros. Ela afirmou que estavam sentados bebendo quando, de repente, um homem descarregou a arma contra a vítima e fugiu em seguida.

Apesar dos depoimentos, a polícia deve investigar a ligação entre suspeito e vítima para descobrir a possível motivação do crime.

Jardim Cidade Universitária
Um jovem foi morto a tiros em uma comunidade na Zona Sul de João Pessoa. Segundo a polícia o crime aconteceu por volta das 20h, na Avenida Santa Bárbara. Dois homens em uma moto se aproximaram e teriam atirado contra a cabeça da vítima, que morreu ainda no local.

A polícia informou que o nome da vítima é Luiz Paulo Laurindo da Silva, de 30 anos. Ele era condutor de trator e residia na rua onde o crime aconteceu, segundo moradores.

Grotão
Um homem foi atingido por um tiro no abdômen no bairro do Grotão, Zona Sul de João Pessoa. O crime aconteceu na Rua Nossa Senhora de Guadalupe. A informação foi confirmada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que recebeu o chamado para a ocorrência por volta das 20h15.

A vítima foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Até as 21h deste domingo (12) a vítima estava recebendo os atendimentos.


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.