PM reage a assalto a ônibus, é baleado na cabeça em troca de tiros e morre




Um policial militar morreu após ser baleado na cabeça ao reagir a um assalto a um ônibus na BR-101 Sul, em Ponte dos Carvalhos, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, segundo a Polícia Civil. Um dos suspeitos, que seria um adolescente de 17 anos, foi baleado e detido ao dar entrada em uma unidade de saúde do município (veja vídeo acima).

O crime aconteceu na noite da quarta-feira (8), por volta das 18h30. Socorrido ao Hospital Dom Helder Câmara, no mesmo município, e transferido para o Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife, o sargento morreu nesta quinta (9), segundo a unidade.

O registro da Polícia Civil apontou que três pessoas encapuzadas subiram no coletivo e anunciaram o assalto. Na ocasião, a vítima reagiu e foi atingida na cabeça durante a troca de tiros. O ônibus alvo dos bandidos era da empresa São Judas Tadeu e fazia a linha Cabo/Recife.

O adolescente foi atingido no tórax e deu entrada na Policlínica Jamaci de Medeiros, também em Ponte dos Carvalhos, onde foi localizado por policiais e apreendido por ato infracional pelo roubo seguido de morte.

O veículo foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Recife. Ele estava com uma das portas com o vidro quebrado e marcas de sangue na parte interna.

Em nota, a empresa São Judas Tadeu afirmou que, após a liberação do veículo no DHPP, vai "avaliar e encaminhar as imagens das câmeras de segurança às autoridades competentes" e que "colaborará com investigação policial".

O G1 entrou em contato com a Polícia Militar e com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), mas não recebeu retorno até a última atualização desta matéria.

Roubos a ônibus

Em nota, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco informou que, de janeiro a novembro de 2019, os casos de roubo a ônibus diminuíram 9,73% no estado, no comparativo com o mesmo período em 2018.


Foto: Elvys Lopes/TV Globo 




Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.