TRETA EM BAYEUX: "Quem foi preso com dinheiro na cueca foi seu chefe", dispara Kita contra diretor do IPAM

 



O presidente da Câmara de Bayeux, Jefferson Kita disse não estar surpreso com os constantes ataques que vem recebendo por parte de integrantes do alto escalão do governo de Berg Lima.

De acordo com Kita “bate um desespero nessa gente quando não consegue o que quer e por isso, eles saem atacando a todos. São verdadeiros guerrilheiros virtuais que ao invés de trabalhar passam o dia nas redes sociais atacando as pessoas. Até parece que são pagos exclusivamente para isso, para atacar, ofender, difamar e mentir”, disse.

Sobre as declarações do Presidente do IPAM, Diego de França Medeiros, o parlamentar argumentou que é apenas uma reação raivosa porque não conseguiu fazer com que royalties do petróleo fossem destinados indevidamente para pagar a folha do IPAM que Berg Lima atrasou irresponsavelmente. “Como eu disse, eles ficam com raiva quando não conseguem o que querem. Queriam os recursos do petróleo para cobrir o rombo na folha do IPAM, mas os recursos não tinha esse fim. Então atacam e difamam as pessoas”, ponderou.

Para Kita, Diego se comporta de modo incompatível com a função que exerce. “Eu fico impressionado como um camarada do alto escalão de um governo se presta a esse papel. Ao invés de se comportar com a nobreza que seu cargo merece, fica atuando como um xiita, como um militante virtual, atacando as pessoas, fazendo ilações, criando e reverberando factoide. É um insano”, comentou.




Sobre o fato de Diego ter dito que essa foi o pior ano de um presidente na Câmara de Bayeux, o presidente respondeu: “Essa declaração só prova que ele é apenas um militante virtual. 2019 foi um dos anos mais produtivos na Câmara de Bayeux. Ele deveria se informar sobre a quantidade de projetos, requerimentos, audiências públicas, reuniões importantes. Mas a grande verdade é que mesmo que se informasse não diria nada, porque ele só quer denigrir. Nada mais que isso. Ele é pago para isso. Ele só é útil assim”.

Kita ainda adiantou que deve tomar providências legais para reparar e punir a conduta de Diego, que segundo ele, é criminosa, já que ataca diretamente e sem provas, o Presidente do Poder Legislativo. “Estamos guardando as publicações e declarações desse moço que age de modo incompatível com a função que exerce. Ele mente, difama e causa danos, ao compartilhar fake news. Então vamos buscar a justiça em busca de correção e reparação. Ele é presidente de uma autarquia e deveria se comportar como tal. Constantemente ele quebra o decoro e vamos acioná-lo devidamente na justiça”, declarou.

Por fim, o presidente respondeu sobre as acusações de corrupção levantadas por Diego: “É bom me respeitar. É bom saber minha história. É importante saber a história do seu chefe. Ele é acusado de corrupção. Eu não. Quem foi preso com dinheiro na cueca foi seu chefe. Ele está solto e governa sob efeito de liminar. A qualquer momento pode voltar pra lá, já eu sou livre, porque tenho a vida limpa. Então, pare de falar besteira e vá trabalhar", disparou.


Da Redação


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.