GRAVE: Vereador diz que vai ao MP por situação de Escola Estadual em Pocinhos


O vereador da cidade de Pocinhos, Memel Chaves tratou como sendo muitíssimo grave a situação em que se encontra a Escola Estadual Antônio Galdino. Em denúncia publicada em suas redes sociais, Memel se coloca como sendo ‘a voz’ de vários estudantes que não denunciam a lastimável situação, por medo de represálias, retaliações e perseguições, o que segundo Memel, é uma “prática muito comum de quem governou no passado”.

Procurado por alunos da Educação de Jovens e Adultos - EJA, Memel reverberou as várias denúncias, dentre elas a completa falta de estrutura da escola para comportar o ensino integral.  “Eu como representante do povo, tenho o dever de procurar solução. Vou postar fotos e vídeos para que a população entenda como anda a estrutura da Escola Antônio Galdino, em Pocinhos, PB. São vários relatos, desde de aula em baixo de uma árvore, escola infestada por besouros e insetos, merenda de péssima qualidade e super lotação, isso no EJA”,  denunciou.

Dentre vários problemas, Memel ainda disse que há informações de falta de professores na unidade escolar. Ao CANAL DO POVO, o vereador demonstrou preocupação e disse que , acionará mais uma vez o Ministério Público para que tome providências urgentes. “Isso é caótico, é humilhante e imensamente desrespeitoso. Infestação de inseto, salas sem estrutura, falta de professores, merenda de péssima qualidade. O que é isso? Nossa gente é o que, para que tratem nossos estudantes dessa forma? Amanhã mesmo irei ao Ministério Público e protocolarei nova denúncia e pedido para que o MP garanta providências urgentes", garantiu. 

Confira a publicação:





Da Redação

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.