OPINIÃO: Não quero acreditar que Márcia vai prejudicar 700 famílias por pura retaliação política




A NOTÍCIA

Os portais A VOZ DE CONDE e EXPRESSOPB  trouxerem uma notícia que se confirmada, é algo cruel e extremamente desumano. A prefeita Márcia Lucena teria rompido unilateralmente uma parceria de mais de 20 anos com a Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária – EMPAER (antiga EMATER). Parceria esta que possibilitou o atendimento a milhares de agricultores condenses ao longo desse período.

A gestora teria determinado o corte do fornecimento de internet na unidade da EMPAER, a demissão de servidores contratados e cedidos ao órgão, bem como a devolução do imóvel cedido para funcionamento da EMPAER no Conde. Essa atitude simplesmente torna inviável o funcionamento da empresa no município e compromete, na verdade, acaba com o atendimento a centenas de famílias diretamente beneficiadas no município.

O rompimento, de acordo com os dois portais, seria em retaliação ao governador João Azevedo e principalmente ao vereador Juscelino Correia, antigo aliado e agora, gigante desafeto da gestora, que não teria digerido a postura dele e de Carlos Manga Rosa, no período em que ela foi presa.

Juscelino que é presidente do Cidadania – novo partido do governador, é funcionário de carreira da EMPAER e atitude intempestiva teria como objetivo prejudicar politicamente o parlamentar, atacando suas 'bases eleitorais'.

NOSSA OPINIÃO:

É muito importante lembrar que os grandes prejudicados com esta decisão, caso seja realmente verdadeira, são os pequenos agricultores, pessoas que dependem integralmente da agricultura para tirar seu sustento. 

Estamos vivendo um período de grave crise ocasionada pelo coronavírus e que, se essa informação for verdadeira, estamos diante de uma atitude insana, ‘impensada’ e cruel com o povo de Conde. 

Sinceramente não quero acreditar que Márcia tenha tomado essa decisão. Penso que ela pode está reformulando, alterando, readaptando a gestão, mas não perseguindo. Quero acreditar que receberemos a informação de que o acordo continuar em vigor e as cerca de 700 famílias não serão prejudicadas por uma querela política.

Dê-nos uma boa notícia prefeita! Diga-nos que esse não é um ato de perseguição ao povo de Conde. Diga, por favor, que a senhora não está prejudicando o pequeno agricultor, em um ato de retaliação a um desafeto político.

Agora uma coisa é certa: Se essa retaliação de fato ocorreu, estamos diante de um verdadeiro ato de crueldade com o povo de Conde, senhora prefeita e a senhora está caminhando a passos largos para aumentar ainda mais a sua rejeição. O povo de Conde não merece ser tratado deste modo.  O agricultor de Conde precisa ser tratado com dignidade  respeito. Não tire deles a EMPAER. Esse apoio é fundamental.

Com a palavra a gestão de Márcia Lucena. 




!?

Ricardo Jorge Pereira (Caco)
Instagram: @caco_pereira_
Facebook: @CacoPereira
WhatsApp: (83) 982161220 

Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.