FÉ: Na Contramão da Ansiedade




A ansiedade por definição é um atormentamento gerado por qualquer momento que represente crise ou ameaça, como a que estamos enfrentando.  



Não há um indivíduo sequer, que não a vivencie. Porém, quando essa vivencia vai a níveis elevados e há recorrências intermitentes, ela pode ser vista como uma grande vilã da saúde, em sua integralidade; desde fatores psicológicos até sérios fatores físicos. 

Em qualquer época, e em especial nesta em que o isolamento social é muito recomendado, torna-se imprescindível buscar alternativas para minimizar e manter sob controle o estado ansioso, que se mostra potencialmente forte, podendo vir a ser muito comprometedor, porque fatores de história pregressa, se somam a vivencia atual como esta por exemplo, em que a privação do convívio social, e o medo gerado pelas incertezas, geram um cenário de “caos”. 

Algumas atitudes, podem nos ajudar a enfrentar esse momento de potencial ansiedade, independentemente de qualquer coisa: 

Mantenha contato com quem você mais ama – A pandemia pelo COVID-19 e nem nenhuma outra circunstancia adversa, deve ser impedimento, para continuar fertilizando o terreno fértil do amor incondicional; 

Respeite as limitações, mas “abuse” dos vários recursos que temos a disposição, como as chamadas de vídeo, ligações telefônicas, e as redes sociais para fortalecer aos outros e a si mesmo; 

Enfrente suas incertezas com fé, pois segundo o texto sagrado, “a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que ainda não se pode ver”. Hebreus 11:1; 

Vá na contramão da ansiedade. Enquanto sua vontade por se livrar dela lhe deixa mais acelerado, desabafe com alguém, sobre seus reais sentimentos, pois a disposição em ser sincero e honesto consigo mesmo, dividindo com amigos, sacerdotes, parentes, médicos, psicólogos, etc., que estão disponibilizando seu “ombro amigo” de forma gratuita e solidaria, minimiza a potencialização e será uma forma de evitar que a ansiedade se acumule e siga para estágios mais delicados; 

Seja resiliente. É provável que você saia mais forte do que entrou nessa crise; 

Conecte-se ainda mais ao seu propósito de vida. E, se não havia pensado seriamente sobre isto, este é um excelente momento de transcender ao medo; 

Não superestime a ameaça. Seja responsável! Também, não supervalorize grupos negativos que se aproveitam do “caos” para se postarem apenas como “portadores de más notícias”. 

Respeitando cada pessoa, cada vivencia, cada nível de ansiedade, quero sugerir que acima de tudo, se mantenha a crença na esperança acostada confiantemente em Deus que, seja qual for o desafio, há que se superar com dinamismo, pois os desafios existem desde que se nasce, e com eles nos fortalecemos para exercermos com maestria a missão que cada um tem, de melhor servir. 

SIGA! A contramão da ansiedade, é a mão do encontro com o seu propósito de ser e existir!

Cai-nos muito bem refletir o que o salmista refletiu, interrogou e concluiu em Salmos 121: 1 e 2: “Olho para os montes e pergunto: De onde virá o meu socorro? O meu socorro vem do Senhor Deus, que fez o céu e a terra".


No amor de Deus, 



Pastor Ozinaldo Morais 
Pastor do Ministério Vida em Cristo (Brasília - DF)


Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.