ABSURDO: Família é comunicada da morte de idoso por Covid-19, não acha corpo e descobre que ele está vivo



Um caso, no mínimo curioso e grave, foi registrado na Paraíba nesta quinta-feira (30). Familiares de Geraldo Gonçalves Cardoso, de 70 anos, passaram por momentos difíceis quando foram comunicados da morte dele. O homem está internado há cerca de duas semanas no Hospital Metropolitano, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, com quadro de Covid-19 e outras comorbidades - como complicações cardíacas e diabetes.

O caso foi relatado ao Portal T5 por José Carlos de Farias Cardoso, de 52 anos, que é filho de seu Geraldo. Segundo ele, na manhã desta quinta (30), seu sobrinho recebeu um telefonema que seria da assistência social do Metropolitano pedindo que a família fosse ao hospital.

Ao chegar lá, eles foram informados sobre a morte do idoso e receberam uma declaração do óbito. No laudo apresentado constava que Geraldo Gonçalves tinha morrido vítima de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) / Covid-19 /Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. “Temos parentes idosos. Agora, imagina você ter que dar uma notícia dessas”, lembrou o filho do paciente.

A surpresa veio quando ao tentar realizar o reconhecimento do corpo, o neto não identificou seu Geraldo entre os cadáveres. A família contou ao Portal T5 que em um dos corpos havia um papel com as informações pessoais do idoso e quando o neto pediu para ver o rosto, descobriu que não era seu avô.
“Meu sobrinho disse que viu pelo menos três corpos. Meu pai não estava entre os mortos. Ficamos desesperados”, afirmou José.

Dentro do hospital, os parentes buscavam pelo idoso. Sem sucesso. Paralelo a isso, quem esperava do lado de fora da unidade já havia comunicado a morte a familiares que moram nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo. “A família já estava de luto”, revelou José Carlos.

Cerca de oito horas depois, os parentes foram comunicados que o idoso havia sido localizado em um leito na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  “Meu pai está vivo. Entubado, é verdade. Mas, não morto. Eu sou diabético, imagina o peso de uma notícia dessas... Ligamos mais uma vez e comunicamos a toda família que o hospital tinha cometido um erro. Meu irmão está revoltado”, contou à reportagem.

Procurada pelo Portal T5, a assessoria de comunicação do Hospital Metropolitano informou que apura o caso para posteriormente se pronunciar.

O idoso continua internado na UTI do hospital com Covid-19, além das comorbidades.





Nenhum comentário:

Caco Pereira Comunicação & Consultoria. Tecnologia do Blogger.